Welcome to NERE

 

Mensagem do Presidente

 

Caros Associados,

As perspetivas para 2023 do ponto de vista económico, não são as mais animadoras.

 Após dois anos de pandemia e quando a economia portuguesa dava sinais de retoma, eis que somos confrontados com uma guerra em território europeu, com uma inflação galopante e com as taxas de juro a subir a um ritmo acelerado.

Por outro lado, o FMI publicou este mês as suas previsões para a economia portuguesa, onde prevê um crescimento de 0,7% em 2023. A confirmar-se, será pouco mais de metade da projeção que está subjacente à proposta de Orçamento do Estado que o Governo entregou esta semana na Assembleia da República e que é de 1,3%.

 As previsões não são as melhores e isto faz com que tenhamos a consciência de que teremos que estar cada vez mais juntos e defender os interesses dos associados dos seus colaboradores em particular e das empresas no seu geral.

Espera-nos um ano complexo e com grandes desafios. A Associação tem conseguido, nos últimos anos, contribuir de forma sustentada e significativa para o reforço do empreendedorismo, da cooperação e da competitividade empresarial da sua área de intervenção, o que permitiu contribuir para o desenvolvimento económico e a criação de riqueza no Alentejo Central, fruto do trabalho implementado junto das empresas associadas, dos agentes económicos e dos empreendedores com interesse em investir na nossa área de intervenção.

No entanto, e perante o quadro macroeconómico atual muito há ainda a fazer. É de conhecimento geral que os empresários da região têm sido resilientes e incansáveis nos seus esforços de sobrevivência tendo em conta os últimos anos de conjuntura económica e social.

Há décadas que identificamos oportunidades e desafios para a região. Contudo a região não tem sido capaz de crescer como esperado e de atrair população. É por isso necessário e fundamental delinear cenários de mudança, assentes em novas visões estratégicas, em abordagens criativas e arrojadas, que se traduzam em novas ferramentas de trabalho que se assumam como verdadeiras oportunidades de sucesso para o futuro empresarial da região.

Deste modo, e para 2023, o NERE assumirá um papel mais interventivo no apoio e suporte ao tecido empresarial e associativo, com o objetivo de contribuir para o reforço da sua competitividade, nomeadamente através da aproximação ao tecido empresarial do Alentejo Central:

  • Realizando acordos com os municípios para estar presente mensalmente em cada concelho e assim melhor apoiar as PME
  • Dinamizando os portais de apoio ao empresário e envio de newsletter com a informação tratada;
  • Colaborar com as entidades publicas para simplificar procedimentos com recurso à introdução de processos digitais;
  • Estabelecendo parcerias internacionais com entidades congéneres para melhor acompanhar e encaminhar as PME que se pretendam internacionalizar;
  • Apostando na qualificação dos recursos humanos.

Este Plano de Atividades e Orçamento constitui-se, em suma, como o compromisso do NERE, enquanto Associação Empresarial, de apoio e suporte sustentado às necessidades mais prementes das empresas da sua área de intervenção, contribuindo com o seu know how para colmatar as enormes dificuldades que se colocam ao setor económico no Alentejo Central.

Certo de que “Juntos Fazemos Melhor!”

 

Rui Pedro Duarte Espada

Presidente da Direção

Com o objetivo de apoiar as empresas a fazer uma utilização mais assertiva e eficaz da Certificação PME, tornando mais simples, amigável e autónomo o procedimento de certificação, o IAPMEI lançou um conjunto

, ,

Reunião da Plataforma Supraconcelhia

Tens uma startup? Esta informação é para ti!