NERE assina projeto PROCOL que envolve quase duas dezenas de entidades de apoio ao desenvolvimento transfronteiriço

O desenvolvimento das regiões raianas de Portugal e Espanha está fortemente dependente do “investimento privado” e da criação de emprego, para a fixação de novas populações, sendo as associações empresariais e as câmaras de comércio espanholas e bilaterais assim fundamentais para a “criação de riqueza nestes territórios”, afirmou Isabel Ferreira, secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, durante a assinatura do projeto PROCOL.

Este projeto transnacional, que surgiu por iniciativa da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola (CCILE), envolve quase duas dezenas de entidades associativas ligadas à atividade empresarial dos dois países ibéricos e representa uma oportunidade para desenvolver ainda mais a cooperação transfronteiriça dos dois países.

Os dois documentos que constituem os protocolos foram assinados pelos representantes de nove associações empresariais nacionais: AEVC-Associação Empresarial do Distrito de Viana do Castelo, AE Minho, NERBA-Associação Empresarial do Distrito de Bragança, NERVIR-Associação Empresarial de Vila Real, NERGA-Núcleo Empresarial da Região da Guarda, AEBB-Associação Empresarial da Beira Baixa, NEAA-Núcleo Empresarial da Região do Alto Alentejo, NERE-Núcleo Empresarial da Região de Évora e a NERA -Associação Empresarial da Região do Algarve – e por oito Câmaras de Comércio de Espanha: CC Vigo, Pontevedra e Vilagarcía, CC de Tui, CC de Zamora, CC de Salamanca, CC de Cáceres, CC de Badajoz, CC de Huelva e CC de Ayamonte.

Os documentos contaram ainda com a assinatura de Miguel Seco, enquanto representante da CCILE, como entidade coordenadora do projeto.

A cerimónia de assinatura teve lugar na Residência do Embaixador de Espanha em Portugal, Juan Fernández Trigo, que mostrou o seu apoio a esta iniciativa, salientando a necessidade de aprofundar o relacionamento em todos os âmbitos entre os dois países.

Certos de que Juntos Fazemos Melhor!